Diferenças entre edições de "Condutor esférico com armadura interior e exterior"

De My Solutions
Ir para: navegação, pesquisa
(Criou a página com "<div class="toccolours mw-collapsible mw-collapsed" style="width:420px"> '''Metadata''' <div class="mw-collapsible-content"> *CONTEXTO : Primeiro ciclo universitário *AREA...")
 
Linha 17: Linha 17:
 
</div>
 
</div>
  
Considere um condutor esférico constituído por uma armadura interior de raio \(R_1\) e por uma armadura exterior, com a forma de uma coroa esférica, de raios \(R_2\) e \(R_3\). O espaço entre as armaduras está preenchido por dois dielétricos não perfeitos de permitividades iguais \( \epsilon \) e de condutividades elétricas diferentes: \( \sigma_{c_1} \) entre \(R_1\) e \(R'\), e \( \sigma_{c_2} \) entre \(R'\) e \(R_2\). Determine a relação entre as densidades de carga elétrica na superfície de separação dos dois dielétricos (superfície de raio \(R'\)) e a densidade
+
# Considere o condensador plano representado na figura, constituído por duas armaduras de superfície \(S\), entre as quais existem duas camadas dielétricas com as espessuras \(d_1\) e \(d_2\), a primeira de permitividade \( \epsilon \) e a segunda cheia de ar de permitividade \( \epsilon_0 \). Supondo que o condensador se pode assumir como ideal e que possui uma carga \(q\), determine:
de carga elétrica \( \sigma_1 \) na armadura interior, quando o meio é atravessado por uma corrente estacionária
+
## A diferença de potencial entre armaduras e as densidades de carga de polarização.
 +
## O trabalho realizado por um agente exterior para aumentar a espessura da camada de vácuo de \(d_2\) para \(2 \, d_2\), mantendo-se constante a carga no condensador. Mostre que a energia do sistema se conserva.
 +
# Considere agora que o condensador da figura é constituído por dois dielétricos não-perfeitos, de condutividades elétricas \( \sigma_{c_1} \) e \( \sigma_{c_2} \), mantendo-se as permitividades como anteriormente, e que se lhe aplica uma diferença de potencial constante, \(V_1 - V_2\) entre as duas armaduras. Determine as densidades de carga elétrica verdadeira na superfície de separação dos dois dielétricos e nas armaduras do condensador.

Revisão das 16h47min de 1 de outubro de 2015

Metadata

  • CONTEXTO : Primeiro ciclo universitário
  • AREA: Física
  • DISCIPLINA: Eletromagnetismo e Óptica
  • ANO: 2
  • LINGUA: pt
  • AUTOR: Jorge Loureiro
  • MATERIA PRINCIPAL: Corrente elétrica estacionária
  • DESCRICAO: Determinação das densidades de carga numa superfície de separação de dois dielétricos.
  • DIFICULDADE: **
  • TEMPO MEDIO DE RESOLUCAO: 10 min
  • TEMPO MAXIMO DE RESOLUCAO: 20 min
  • PALAVRAS CHAVE: campo elétrico, condutor, dielétrico, carga, condutividade, esfera, corrente, estacionária
  1. Considere o condensador plano representado na figura, constituído por duas armaduras de superfície \(S\), entre as quais existem duas camadas dielétricas com as espessuras \(d_1\) e \(d_2\), a primeira de permitividade \( \epsilon \) e a segunda cheia de ar de permitividade \( \epsilon_0 \). Supondo que o condensador se pode assumir como ideal e que possui uma carga \(q\), determine:
    1. A diferença de potencial entre armaduras e as densidades de carga de polarização.
    2. O trabalho realizado por um agente exterior para aumentar a espessura da camada de vácuo de \(d_2\) para \(2 \, d_2\), mantendo-se constante a carga no condensador. Mostre que a energia do sistema se conserva.
  2. Considere agora que o condensador da figura é constituído por dois dielétricos não-perfeitos, de condutividades elétricas \( \sigma_{c_1} \) e \( \sigma_{c_2} \), mantendo-se as permitividades como anteriormente, e que se lhe aplica uma diferença de potencial constante, \(V_1 - V_2\) entre as duas armaduras. Determine as densidades de carga elétrica verdadeira na superfície de separação dos dois dielétricos e nas armaduras do condensador.