Diferenças entre edições de "Apresentação"

De My Solutions
Ir para: navegação, pesquisa
(O e-lab: Adicionadas as imagens)
m
 
(Há uma edição intermédia do mesmo utilizador que não estão a ser apresentadas)
Linha 12: Linha 12:
  
  
=Organização do curso=
+
==Organização do curso==
  
 
O nosso curso está estruturado da seguinte forma:  
 
O nosso curso está estruturado da seguinte forma:  
Linha 23: Linha 23:
  
  
 
+
==O e-lab==
=O e-lab=
+
  
 
Uma grande parte deste curso irá envolver o uso do e-lab, os laboratórios remotos do IST. O e-lab é uma plataforma digital construída em Java que permite ao utilizador ligar-se a várias experiencias. Em cada experiência escolhemos configurações experimentais e obtendo resultados reais. Não há simulação ou resultados pré-registados. Todas as experiências do e-lab são corridas ao vivo e podem ser observadas pelo serviço de streaming de vídeo.
 
Uma grande parte deste curso irá envolver o uso do e-lab, os laboratórios remotos do IST. O e-lab é uma plataforma digital construída em Java que permite ao utilizador ligar-se a várias experiencias. Em cada experiência escolhemos configurações experimentais e obtendo resultados reais. Não há simulação ou resultados pré-registados. Todas as experiências do e-lab são corridas ao vivo e podem ser observadas pelo serviço de streaming de vídeo.
Linha 52: Linha 51:
 
Este ecrã é apresentado consoante a língua do sistema, mas podemos escolher se o e-lab será apresentado em português ou inlgês.
 
Este ecrã é apresentado consoante a língua do sistema, mas podemos escolher se o e-lab será apresentado em português ou inlgês.
 
O nome de utilizador é meramente identificativo, e a password fará parte de um sistema de reservas a implementar no futuro.
 
O nome de utilizador é meramente identificativo, e a password fará parte de um sistema de reservas a implementar no futuro.
O e-lab está dividido em 3 laboratórios: básico, intermédio e avançado. É importante notar que estas designações não se referem à dificuldade da experiência em si, mas aos conhecimentos teóricos necessários para compreender a experiência, protocolo e resultados.
+
 
(listar as experiências?)
+
O e-lab está dividido em 3 laboratórios: básico, intermédio e avançado. É importante notar que estas designações não se referem à dificuldade da experiência em si, mas aos conhecimentos teóricos necessários para compreender a experiência, protocolo e resultados. Por outro lado, é possível usar o software VLC player para ver as transmissões de vídeo de cada experiência separadamente. Para tal usamos  
Por outro lado, é possível usar o software VLC player para ver as transmissões de vídeo de cada experiência separadamente. Para tal usamos  
+
 
Media -> Open network stream…
 
Media -> Open network stream…
 
(menus em PT)
 
(menus em PT)
A lista completa de transmissões pode ser consultada em
+
 
http://www.elab.ist.utl.pt/?page_id=111
+
A lista completa de transmissões pode ser consultada [http://www.elab.ist.utl.pt/?page_id=111 aqui]
Ao entrar numa sala de controlo, podemos configurar os vários parâmetros específicos de cada experiência. Ao clicar em OK, a configuração é guardada. É necessário depois carregar Play. Porque o e-lab é um serviço em tempo real, as experiências só podem ser usadas por um utilizador de cada vez, estando implementado um sistema de fila de espera que assegura a rotatividade do controlador
+
 
 +
 
 +
Ao entrar numa sala de controlo, podemos configurar os vários parâmetros específicos de cada experiência. Ao clicar em OK, a configuração é guardada. É necessário depois carregar Play. Porque o e-lab é um serviço em tempo real, as experiências só podem ser usadas por um utilizador de cada vez, estando implementado um sistema de fila de espera que assegura a rotatividade do controlador
 
No entanto, os dados adquiridos em cada aquisição estão sempre disponíveis.
 
No entanto, os dados adquiridos em cada aquisição estão sempre disponíveis.

Edição atual desde as 14h56min de 31 de dezembro de 2015

Navegação: Mysolutions > MOOC FEX > Apresentação

Este curso de Fisica Experimental aborda os métodos e técnicas modernas na elaboração de experiências de física. Para tal usaremos o recurso a laboratórios remotos e a pequenas experiencias que se podem realizar com material corrente. O curso terá uma componente importante sobre o tratamento e análise de dados em experimentos de Física bem como a estima correta dos seus erros experimentais.

Os experimentos abrangem vários conteúdos de Física Básica, tais como mecânica, hidrostática, termodinâmica, eletromagnetismo e ondas e fará uma ponte para alguma física moderna. No entanto os aspetos teóricos serão mantidos num nível apenas indispensável à compreensão do experimento, deixando ao estudante o seu estudo aprofundado noutro contexto. Efetivamente primeiro o Homem observa e só depois tenta explicar, pelo que a nossa abordagem

Mais especificamente, ao longo do curso são trabalhados vários métodos computacionais usados em Fisica experimental como a regressão linear por mínimos quadrados além de métodos para a avaliação das incertezas das grandezas, incluindo a incerteza padrão combinada para o caso de medições indiretas.

Algumas das experiências serão realizadas remotamente em laboratórios não só Portugueses mas também na CPLP aportando uma nova dimensão humana de ligação entre povos ao presente curso. Em nome da equipe da PUC e do IST, esperamos contribuir, como físicos e amantes da física, para uma melhor compreensão do mundo que nos rodeia.


Organização do curso

O nosso curso está estruturado da seguinte forma:

  • Após a apresentação da introdução ao tratamento de dados temos uma primeira avaliação para determinar se o estudante está familiarizado com este tópico
  • De seguida apresentamos experimentos usados normalmente em cursos de física básica, embora alguns sejam relativos à chamada física moderna.
  • Será solicitada a construção de pequenas experiencias exemplificativas do tópico;

Após a passagem da avaliação respetiva, o aluno acederá a experiências remotas reais onde poderá realizar uma experiência com maior rigor e tratar em detalhe os dados experimentais. Esperamos conseguir uma boa motivação e votos de sucesso no curso.


O e-lab

Uma grande parte deste curso irá envolver o uso do e-lab, os laboratórios remotos do IST. O e-lab é uma plataforma digital construída em Java que permite ao utilizador ligar-se a várias experiencias. Em cada experiência escolhemos configurações experimentais e obtendo resultados reais. Não há simulação ou resultados pré-registados. Todas as experiências do e-lab são corridas ao vivo e podem ser observadas pelo serviço de streaming de vídeo.

Para correr o e-lab é necessário:

Se tudo foi instalado correctamente, basta fazer duplo-click no ficheiro .jnlp

E-lab.png

Imediatamente será apresentado o splash screen do e-lab:

E-labSplash.png

O Java irá apresentar um aviso de segurança

E-labWarning.png

(explicar o porquê de aparecer o aviso?) Basta clicar em Run/Correr para aceder ao e-lab, e será apresentado o ecrã de login

E-labLogin.png

Este ecrã é apresentado consoante a língua do sistema, mas podemos escolher se o e-lab será apresentado em português ou inlgês. O nome de utilizador é meramente identificativo, e a password fará parte de um sistema de reservas a implementar no futuro.

O e-lab está dividido em 3 laboratórios: básico, intermédio e avançado. É importante notar que estas designações não se referem à dificuldade da experiência em si, mas aos conhecimentos teóricos necessários para compreender a experiência, protocolo e resultados. Por outro lado, é possível usar o software VLC player para ver as transmissões de vídeo de cada experiência separadamente. Para tal usamos Media -> Open network stream… (menus em PT)

A lista completa de transmissões pode ser consultada aqui


Ao entrar numa sala de controlo, podemos configurar os vários parâmetros específicos de cada experiência. Ao clicar em OK, a configuração é guardada. É necessário depois carregar Play. Porque o e-lab é um serviço em tempo real, as experiências só podem ser usadas por um utilizador de cada vez, estando implementado um sistema de fila de espera que assegura a rotatividade do controlador No entanto, os dados adquiridos em cada aquisição estão sempre disponíveis.